Riscos x Oportunidades|GRI G4-2|

A análise de riscos e oportunidades é estratégica nas tomadas de decisão e desenho dos planos de ação das Lideranças. Por isso, na safra 2013/2014 foi criada uma Matriz de Risco que contemplou diversas áreas da Empresa, de modo a detectar os principais pontos de atenção do Negócio, com foco em melhorias de sistemas e processos.

O trabalho foi intensificado durante a safra 2014/2015 e teve seu escopo ampliado, a fim de cobrir um maior número de aspectos mapeados. O resultado dessa ação foi a identificação de focos de melhoria em diversos processos-chave, como pagamentos, comercial, manutenção automotiva e uso de combustível nas operações.

O consumo de diesel, por exemplo, foi um dos pontos com grandes avanços durante a safra em questão. A partir das oportunidades identificadas, foram estabelecidos novos controles no abastecimento do combustível, que resultaram em economia de cerca R$ 10 milhões no período de 2014/2015. O mesmo aconteceu na área de Manutenção Automotiva, que tem grande relevância no alcance das metas de produtividade traçadas pela Empresa.

Outro ponto que recebeu especial atenção nesse novo processo de avaliação de riscos e oportunidades, foi a área de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA). Foi estabelecido um conjunto de indicadores que são constantemente acompanhados, de modo que a evolução e a otimização de recursos sejam constantes com as equipes. Na safra, foi feita uma revisão desses aspectos de modo a avançar, cada vez mais, em assuntos como Saúde e Segurança do Integrante, uso eficiente dos recursos naturais (água e energia) e geração de resíduos.

Dentre as oportunidades já mapeadas, está a melhor utilização da vinhaça - material que sobra após a destilação fracionada do caldo da cana-de-açúcar fermentado para obtenção do etanol. Para cada litro de etanol produzido, 12 litros de vinhaça são gerados. O uso controlado desse subproduto e da torta de filtro é reconhecidamente uma boa prática na cultura da cana, do ponto de vista ambiental e produtivo, pois permite a total reciclagem dos efluentes industriais, o aumento da fertilidade do solo, a redução da captação de água para irrigação e a redução do uso de fertilizantes e custos decorrentes.

O tema SSMA foi considerado relevante pelos stakeholders e, inclusive, compõe a nova Matriz de Materialidade da Empresa.